Aniversário

Hoje faço 18 anos. Nada mudou dos 17 para os 18. Não sinto-me mais velha, nao me sinto diferente. Não sinto absolutamente nada. É estranho, devo dizer. A vida passa, passa e passa. Cada vez mais depressa. A velocidade aumenta. Nao sabemos qual é o nosso objectivo e o tempo passa e nao notamos. Vemos aqueles que gostamos - aqueles que realmente gostamos - a ficarem com outras pessoas e a nao olharem para nós. Mesmo que nós estejemos a gritar para eles, eles nao ouvem. Devem ter ficado surdos... Hoje, quero ter um bom dia. Não uma ilusão, não uma mentira. Quero ter um bom dia de verdade. Quero rir-me, quero sentir-me feliz. Hoje é o meu dia. Mereço, mesmo que seja apenas neste dia. Neste unico dia. Este unico dia que é só meu....

Contudo, este dia... este dia que eu tanto quero. Este nao é o dia. Este não é o momento. Este é sem dúvida o meu destino. Ficar a olhar e nada fazer. Ficar a olhar e a chorar. Até neste dia... Incrivel. Perdida, algures. Nem eu consigo encontrar-me. Nem eu sei o que fazer. Peço para me guiarem. Apenas ouço 'não!'... Acho a vida injusta. Acho que estou a cair...


Perdida, já nao me conheço. Já nao sei o que sou. Já nao sei o que fazer. Quero fugir? Uma parte de mim realmente quer desaparecer. Quer fugir para longe, desaparecer. Mas a outra - que tambem é a mais forte - nao me deixa. É a outra que me agarra. Mesmo quando estou a chorar, mesmo quando tou prestes a cair... Ela agarra-me e nao me deixa fugir. Mas mesmo assim.. sinto-me bastante agoniada, sinto-me bastante solitária...

E entao assim passo o meu dia de anos. Tento arranjar maneira de conseguir equilibrar o bem com o mal do meu ser. O meu coraçao partido que tem muito medo e o meu corpo que é muito inseguro. Qual deles o pior? eu....

A vida é triste, mas mesmo assim seguimos em frente. Mesmo que momentos sejam parecidos, nunca sao iguais. Incrivelmente, ainda nao sei o que fazer. Sou nova. 18 anos é apenas o inicio duma vida cheia de mistérios e aventuras...

Apenas quem me dera deixar de ser tao romantica.... apenas.

 

(texto escrito a 18 de Dezembro de 2009, dia em que fiz 18 anos.)



16h55 |




What's goin' on with me?

Olá.

Não estou no meu melhor, sem dúvida que não. Arrebentei e disse tudo. Explodi. A vida está dificil e, com o passar do tempo, sinto que ela tambem é injusta. Sinto que ela está a pisar-me e a pisar-me e a pisar-me cada vez mais. Já nem consigo olhar para o céu - ela nao me deixa. Dizem-me que a vida irá melhorar, que um dia... um dia. um dia.... começo a odiar estas palavras. 'um dia'. Quando me dizem isso.. 'um dia, iras encontrar alguem.' 'um dia, vais ser importante para alguém.' 'um dia...' 'um dia...' Acho incrivel como muitas vezes nao percebem que nao acredito nesses 'um dia'. Não consigo acreditar, a vida foi demasiado cruel comigo para acreditar em tal coisa. Acredito que irei conhecer alguem que irá me sentir mais feliz do que ele faz, mas nao me falem em 'um dia..' lembro-me em contos de fada, daqueles que sao tao perfeitos, tao bonitos, tao reais... que se tornam mentiras e que irreais! Na vida real, isso nao acontece! esse 'um dia, iras encontrar o teu principe!' é mentira! É!! Principes e princesas de contos de fada nao existem e muito menos coisas como finais felizes ou felizes para sempre NÃO EXISTEM! Sao todos uma ilusão... uma ilusão grande e ireal. nao quero isso neste momento. nao quero mesmo...

 

Talvez um dia realmente encontre alguem e talvez um dia eu ganhe forças e me enfrente... Talvez. (outra vez?....)



17h49 |




Empty

Sinto-me vazia, como se me tivesse tirado tudo que eu tinha. Sinto-me como se tudo estivesse a desabar, como se o fim estivesse acabado de chegar. Um turbilhao de sentimentos que veem ao de cima, e as lágrimas saem. Os gritos veem depois. Raiva, ódio... tudo passa por mim, e depois volto ao que era... Não, mentira. nao volto ao que era, acalmo-me e deixo que a raiva e o ódio se vao, mas eu ja nao sou a mesma... Continuo vazia. Sem nada. Sozinha. Abandonada....

Só nao te esqueças que eu continuo aqui. Não te esqueças que eu ainda sinto o que sinto, apesar daquilo que se passa. nunca, mas nunca te esqueças que os meus sentimentos por ti nao vao mudar.... nunca!!! nunca...












life is a bitch, indeed.

(um desabafo importante... O fim de algo? nao, mas é sem duvida algo novo. Algo que pode mudar a minha vida para várias perspectivas, tanto boas como más. Á pessoa que eu dedico este texto, eu só quero agradecer por tudo, por estar ao meu lado sempre que possivel, e por ser o excelente amigo que é, ontem, hoje e amanhã! Amo-te, apesar de tudo.)



20h32 |




.

Maus dias são sempre maus dias. Amanhã pode ser melhor, ou até não. Mas maus dias continuam a ser maus dias... Mesmo que nos tentem animar ou perguntar o que se passa, isso não vai dar em nada. A tristeza está sempre, acompanhada da solidão e da melancolia. Por momentos, quis que tudo parasse. Que tudo desaparecesse e que apenas eu ficasse, num mundo a preto e branco, nada de cinzentos. Num mundo onde só estou eu e mais ninguém. Queria estar sozinha, sim... Não me importava de ir para dentro duma bola que nao tivesse contacto com o mundo exterior. Só por um dia... um misero dia. Depois não ia conseguir parar, eu sei... Acho que ia sentir falta de muita coisa, mas tambem ia sentir-me bem. Por muito mais que a felicidade seja boa, ela trás sempre sofrimento com ela. Lágrimas, choro, gritos, sofrimento... Vem sempre atrás mesmo que nao queiramos... As lágrimas caem mesmo que evitemos isso.... O sofrimento mata-nos, tortura-nos, deixa-nos tristes e sem vontade de viver... Faz com que eu queira entrar em coma e que só acorde quando alguem se preocupar realmente comigo e demonstrar isso, eu acordo... Seria bom, mas a vida não é um livro de romance em que tudo começa bem e acaba lindamente, onde há uma princesa e um principe que acabam juntos, nao importa o quê. De que vale tudo, o amor, o sofrimento, a amizade, a solidao, se tudo acaba da mesma forma? Porquê que uns são mais sortudos que outros? Deus tem filhos e enteados?!? Juro que nao sei mais a onde recorrer... O meu mundo desaba a cada passo que dou. Tudo cai á minha volta e nao tarda nada, tambem eu irei cair. E ai tudo acaba... ou pelo menos, penso eu...

Apesar de tudo, gostava que houvesse alguém que me salvasse se o meu mundo ruisse. Alguém que me agarrasse e me tirasse dali... Seria algo bom que aconteceria num coraçao onde tudo parece correr mal, mesmo que não corra. mesmo que nao seja verdade, mesmo que seja uma ilusao ou uma mentira... mesmo que eu esteja a ver tudo errado, gostava que alguem se desse ao trabalho de me corromper deste destino que eu tanto odeio.



15h27 |




Horizonte

Horizonte

Eu ando, caminho, corro… ando sem saber para onde vou, sigo um caminho qualquer. Eu apenas quero sair daqui. Dou um passo, mais um passo, e outro e outro… mas então, não consigo andar mais. Tenho uma corrente transparente no meu pé que não me deixa andar! Volto as costas para o destino para o qual eu ia. Estou presa a este destino. Mesmo que eu queira fugir dele, algo impede-me. Neste caso, a corrente não me deixa andar mais do que aquilo que eu andei até agora. Queria poder quebra-la, mas ela parece inquebrável. O meu destino parece-me demasiado negro.
Ando ás voltas, a espera de encontrar uma provável saída. Alguém ou algo… qualquer coisa que me tire daqui será bem-vinda! Caminho, ando e corro… ainda não encontrei nada de nada a não ser um horizonte que me parece maravilhoso. Posso estar enganada, mas aquele horizonte, para mim, é o melhor que me vai acontecer.


~ * ~

Estou deitada no chão. A corrente é pesada e, durante o sono, sinto o peso dela. Sonhei com algo maravilhoso, mas impossível de acontecer. Já perdi as esperanças de encontrar uma saída. A luz ao fim do túnel desapareceu e já não sei para onde ir. O meu destino está confuso. Como queria que a minha vida fosse um livro… assim saberia que no fim, haveria um final feliz para mim. O meu final feliz! Mas livros são livros… e a minha vida não é um livro… infelizmente!
Sonhei que alguém iria salvar-me. Alguém iria dar-me a mão para me levantar, dando-me o melhor sorriso que alguma vez vi. E quando eu agarrasse a sua mão, a corrente quebraria! Mas foi apenas um sonho… é pouco provável de acontecer…
E então, continuo a andar. Pode ser que encontre uma saída por mim mesma. Pelos vistos, a luz ao fim do túnel não se apagou por completo.


~ * ~

Já perdi a contagem dos dias que passaram. Sei que passaram muitos dias, mas não sei quantos dias exactos passaram. Só sei que foram muitos. Continuo a andar a espera que algo inesperado aconteça! Já não sei por onde ando. A corrente está constantemente a impedir-me de andar. Puxa-me para trás e não me deixa andar! Acho incrível como ainda não caíram lágrimas pela minha face… nesta altura, já isso teria acontecido. Já teria perdido todas as esperanças e começaria a chorar. Mas isso ainda não aconteceu!
Deito-me. Estou cansada. Fecho os olhos e tento dormir. Sonho com um céu azul e com uma planície verde. Parece tão perfeito que ate começo a duvidar se este lugar existe! É demasiado perfeito… não pode ser verdade. Não pode ser real. Não pode! É demasiado bom para ser verdade…
Algo me acorda… barulhos. Vozes. Sons que eu não ouço a muito tempo. Os meus olhos abrem e vejo uma silhueta desconhecida a minha frente. Uma pessoa que eu não conheço. Esfrego os olhos para ver se ainda estou a sonhar. Mas não! A pessoa realmente esta ali, a olhar para mim, a sorrir! Ela fala algo que eu não consigo perceber. Eu não digo nada. Ela dá-me a sua mão para me ajudar a levantar e eu simplesmente agarro na sua mão. Não conheço esta pessoa de nenhum lugar, mas confio nela. Algo dentro de mim diz-me para confiar, para não ter medo!
A pessoa é um rapaz. Os olhos dele são da cor do céu. Azuis. Ele sorri para mim e eu estou um bocado pasmada. Que sorriso..! lágrimas caem… ele limpa as lágrimas todas e continua a sorrir. Ele ajuda a levantar-me e andamos na direcção do horizonte. Tenho medo que a corrente me impeça de caminhar com ele. Mas ele esta a agarrar a minha mão com força.
Caminhamos e caminhamos… a corrente não me puxa, nem me impede. Continuamos a andar. Quando parece que estou a chegar ao limite, olho para a corrente e não vejo corrente nenhuma. Olho para ele e sorrio. Continuamos o caminho e atravessamos o horizonte…



13h23 |




Anjo

Anjo

 

(narrador: um rapaz que está com a namorada na cama. É de noite.)

 

Ela dorme. Dorme suavemente ao meu lado. Os seus lábios saborosos estão meio abertos. Convidam-me para dar um beijo apaixonado neles. Ela respira calmamente. Eu sorrio e passo a mão pelo cabelo dela. Não consigo parar de sorrir quando a vejo a dormir. Parece um anjo. O meu anjo. Passo o dedo pela cara dela, fazendo caminhos pela bochecha e pelos lábios dela. Ela sorri. Está feliz. Eu sorrio por ela estar feliz. Não consigo parar de olhar para ela. Para mim, ela é o ser humano mais bonito á face da Terra. Não há ninguém melhor que ela. Parece um sonho…
Ela abre os olhos. O silêncio mantêm-se enquanto os olhos dela e os meus olhos se encontram. Apenas há sorrisos e um silencio magnifico. Como queria que aquele momento durasse para todo o sempre! A minha mão faz mimos na cara dela. Ambos sorrimos bastante um para o outro. Não há mais ninguém no mundo. Só eu e ela. Melhor, não podia ser. Ela fecha os olhos para sentir melhor os mimos que lhe dou. Abraço-a e ela abraça-se a mim. Ouço o coração dela a bater rápido, sinto o quanto ela gosta de estar nos meus braços. O cabelo dela deita um cheiro maravilhoso. Algo que me hipnotiza completamente. O tempo podia parar, o mundo podia acabar. Eu ia morrer feliz. Sinto beijos dela no meu pescoço. Arrepio-me todo. Que boa sensação! Os beijos dela são como mel: saborosos, doces e deliciosos. Quero que este momento não acabe nunca! Quero tê-la nos meus braços por muito mais tempo!
Quando dou por mim, noto que ela adormeceu nos meus braços. Novamente, sorrio por vê-la a dormir tão angelicalmente.  O meu anjo… Dou um beijo na testa dela e fecho os olhos. Estamos abraçados um ao outro. Coladinhos um no outro. Não a largo, ela está nos meus braços e vai ficar aqui por muito mais tempo! Adormeço.



20h38 |




Discussoes e Confusoes

enquanto olho para a lua,
penso.. os meus pensamentos sao confusos...
tantas confusoes e tantas discussoes..
é mesmo necessario isto tudo?

começa a chover.. ainda penso..
os meus pensamentos pioram..
ja nao sei o que fazer, estou confusa!
parece que estao todos uns contra os outros..
é mesmo necessario isto tudo?

nao sabemos o que dizer...
as coisas pioram, as discussoes continuam
e nao param.. choro por este destino!
é mesmo necessario isto tudo???

nao chega ja? sao demasiadas confusoes!
uns contra os outros! isto está errado!
onde é q está o nosso espirito de cooperaçao?
o que se passou com ele?

Nao quero desistir, mas
parece que nao tenho outra opçao!
queria poder reerguer o nosso espirito..
acabar com as discussoes e as confusoes...

mas nao sou suficientemente forte...



18h03 |




Eternal Darkness

Another twilight, another day that goes by
the darkness cames and it seems eternal
stand quietly, waiting for the morning
wishing for no one to came and
just be alone in the darkness
so no one can see the tears falling down of her face

and the morning cames.
a smile in her face and no tears...






eternal darkness



15h57 |




Death

why do i feel so empty?
so lonely? so cheated? so sad..?
there are things without answer,
they say.. sometimes, i wanted those things
werent true

my head wont stop, my feelings dont want to stop
it's to quick, to harsh for me..
will my heart survive? will my soul resist?

i feel the loneliness around me..
i wanted to know a way of defeat her,
but i cannot think right now..!

it's like i'm diying, without no one notice
it's like i'm falling, commiting suicide...
and no one will notice, no one will stop me..

and then, the end cames.. the death take me with her...



21h34 |




it's like i'm alone in a dark world
with no one that i can call 'friend'
it's like i've lost myself and
now i dont know how to find me

it's like i'm diying and
no one notice that
it's like i'm screaming
but no one is listening to me

i'm scared, and i'm cold
i wanted someone to told me those words
i want to hear so much...

i'm shaking of fear...
I'me feeling alone, and it's like
there's no one by my side...

i wanted to be loved,
to be cherrish by someone..



21h07 |




Love is war - Hatsune Miku

now there's no way to go
in the heat of this love

AHH

ah! the world is blurred
even so will i still love you..?
i know this
though what should i do?
what can i…
how can i…
what a fool
i am

let's begin
this war!
oh! to see you pleased with someone else!
earnest love
that is sin
i will show
how i feel!

the megaphone i tried shouting in was broken
how hard i try to overreach myself
i would fail to get into your sight
ah! a clear sky slid by
but it doesn't suit at all
i couldn’t get a hold of my feelings

fight it out
shoot right  to the heart
i dont have a choice
show off my skirt flap
i shall make you gaze upon me
get ready to intercept
war situation still a drawback
love is blind...
yes, i'll be awaken by your kiss!



21h58 |




feelings

You said that you loved me
and that you cared about me
but i dont see a thing!

it's weird how you behave
it's strange to me and
i cant figure you out

i wonder what you're thinking
what are your thoughts about me
what are your feelings on me...

i wanna know all that...
i dont like to be like this!
so jealous, so angry about stupid things!

and so i lose another friend..
'cause i'm so cold.. and i'm
feeling sad.. and so i cry...

so many thougts, so many questions
no one answers... what did i wrong?
what was my mistake? please, someone could answer?

i'm feeling a bit lonely..
i miss the heat of a hug
i miss so many things...

i'm wondering, thinking about it..
will i ever feel that heat again...?

 



22h40 |




amigo...

nao te quero perder
quero manter a nossa amizade...
quero voltar ao inicio
e viver mais uma vez aqueles momentos

quero corrigir os problemas e
ficar bem contigo...
quero que saibas..
considero-te um grande amigo!

por isso, quero continuar a ser o quer eramos..
bons amigos e nada mais...
quero que os problemas se resolvao e
voltar a ser a tua amiga



23h06 |




Estou sozinha. Tenho a certeza.
Nao tenho ninguem ao meu lado
ninguem para me abraçar
ninguem para me dizer 'esta tudo bem'

Estou sozinha
Choro sozinha,
esperando que alguem ouça as minhas lagrimas a cairem..
ninguem aparece.. continuo sozinha

Grito aos ceus, nao tenho respostas
choro mais, lagrimas e gritos
algo que nunca se viu..

Sinto-me sozinha, abandonada..
nao ha ninguem ao meu lado,
caminho sozinha..
esperando pelo fim.



21h15 |




O fim vai chegar

Incomodo, algo a mais,
desmancha-prazeres, sempre a mais...
estou sozinha. Sei-o.
Nao vai acabar bem.
O fim vai chegar, vai haver lagrimas
Alguns vao sentir-se culpados, outros
vao ignorar...

O fim vai chegar

e vao arrepender-se.



21h02 |




[ página principal ]